sexta-feira, 20 de março de 2009

Por que você lê scans?

Levando em conta a Enquete que o Papo de Quadrinho lançou no último dia 12 junto com a reportagem Como são feitos os scans, a maioria dos leitores do blog (48%) leem a versão digital das HQs para ter acesso a material clássico inédito no Brasil.

É uma maioria apertada, já que em segunda lugar (45%) vem a opção “Porque não tenho dinheiro para acompanhar todas as histórias que me interessam”.

A Enquete permitiu a escolha de mais uma justificativa. Na ordem, as outras opções mais votadas foram “Para conhecer uma HQ antes de optar pela compra” (29%), “Para me manter atualizado com o que está saindo lá fora” (24%) ou por “Outro motivo” (7%).

Outros 7% dos participantes da Enquete afirmaram não ler scans.

A questão é polêmica até entre o fandom. Contra os scans pesam, além da ilegalidade, fatores como a falta de portabilidade (mesmo quem tem um notebook não costuma levá-lo ao banheiro), o incômodo de ler na tela do computador e, mais importante, a paixão que os colecionadores costumam ter por suas revistas.

Muitos também alegam, não sem razão, da assepsia dos scans: faltam-lhes o prazer de folhear a revista, a textura do papel, o cheiro da tinta.

De todo modo, levando-se em conta o item mais votado na Enquete, alguns fãs de quadrinhos acham que ler certas HQs inéditas em formato digital ainda é melhor que não as ler de jeito nenhum.

5 comentários:

Gian Danton/Ivan Carlo disse...

Eu prefiro mil vezes a versão impressa, mas leio em scan quando a revista é difícil ou impossível de encontrar impressa, como Miracleman, Esquadrão Atari e 1963. As duas primeiras dificilmente serão publicadas por questões jurídicas. A segunda dificilmente será publicada no Brasil pelo fato de Alan Moore não ter terminado a série. Acho que nesses casos, os scans são melhor do que nada.

Jota Silvestre disse...

Para quem trabalha com quadrinhos como nós, Gian, é difícil não recorrer ao scan para pesquisar material clássico ou inédito...

Társis Salvatore disse...

Não faz mal que pareça corporativismo, quero te dar os Parabéns Jota! A iniciativa de fazer toda essa pesquisa, bem como a matéria que a originou, foi uma ótima ideia.

Sei que o Blog ainda é um canal limitado (só em termos de visitas), mas dá abertura para todos falarem sobre essa polêmica.

Evitei de dar minha opinião simplesmente pelo fato de desconsiderar "leitores de scans" como leitores de gibis.

O problema com as vendas é de ordem cultural/economica, não de ordem tecnológica. A tecnologia chegou para ficar. As empresas podem lucrar com isso ou lutar contra ela.

E a prática já mostrou quem sai perdendo.

Abs!

Jota Silvestre disse...

Valeu, gaúcho. Sua colaboração e apoio têm sido inestimáveis.

Abs!

Anônimo disse...

Pode ver que a turma dos duros quase ultrapassou a turma dos curiosos nessa enquete. É isso mesmo, a galera tá mó dura, ainda bem que tem os scans. Vlw!