quinta-feira, 28 de maio de 2009

Mais um livro distribuído indevidamente nas escolas de São Paulo

Há algo muito errado acontecendo na Secretaria de Educação do Estado...

A notícia só interessa aos leitores deste blog por sua relação com a polêmica de Dez na Área, Um na Banheira e Ninguém no Gol, já que a bola da vez é o livro Poesia do Dia-Poetas de Hoje para Leitores de Agora.

Matéira publicada hoje no jornal Folha de São Paulo (link disponível apenas para assinantes do Uol e da Folha), assinada pelo repórter Fábio Takahashi, dá conta que mais um livro foi distribuído indevidamente a crianças da terceira série do ensino fundamental das escolas públicas de São Paulo.

Da mesma forma que em “Dez na Área...”, o problema, obviamente, não está no conteúdo, voltado para adolescentes de 13 anos, e sim na inadequação à faixa etária (crianças por volta de 9 anos).

Em menos de dez dias, é a segunda ocorrência denunciada pelo mesmo jornal (não estou contabilizando o livro de geografia que trazia dois “Paraguais” porque é um caso de erro de impressão e não de avaliação do conteúdo).

Um dos poemas de Poesia do Dia-Poetas de Hoje para Leitores de Agora, "Manual de Auto-Ajuda para Supervilões", emprega, ironicamente, passagens como "Tome drogas, pois é sempre aconselhável ver o panorama do alto" e "Odeie. Assim, por esporte".

"Não é para crianças de nove anos. São várias ironias, que elas não entendem", disse o autor do poema, Joca Reiners Terron, à Folha.

Ao contrário de Dez na Área..., os 1.333 exemplares de Poesias do Dia... não serão recolhidos, apenas retirados das salas de aula e mantidos para consulta por alunos mais velhos.

A diretora da fundação da Secretaria de Educação responsável pela compra, Claudia Aratangy, diz que o programa de distribuição de livros pelo governo estadual “precisa de ajustes”. "Foi feita análise, mas algumas coisas passaram", declarou.

Sei...

Será que, de novo, o governador José Serra vai dizer que o livro é “um horror” ou admitir que horríveis são os critérios de seleção da sua secretaria?

8 comentários:

Mauro Tavares disse...

estao comprando livros sem ler, apenas isso, agora vc dizer que o livro de poesia é lixo sem conhece-lo é uma extrema burrice, lixo é akela babaquice sobre futebol que os quadrinhistas tupiniquins se arvoraram em defender como se fosse uma genialidade, uma coisa que confirma o preconceito secular sobre contra os quadrinhos.
acho que os estudantes precisam sim muito mais de poesia do que akela merda alienante de futebol, coisa de idiota, os quadrinhos podem fazer coisa muito melhor do que akilo !

Jota Silvestre disse...

Mauro, desculpe, mas acho que quem está criticando sem ler neste caso é você. Me mostre onde, no meu texto, eu digo que o livro de poesia é "lixo".

Até porque não conheço o conteúdo. O ponto aqui é a escolha indevida para a faixa etária.O mesmo vale para "Dez na Área...".

Abs!

Tyr Quentalë disse...

tenho que concordar com o Jota, de que houve um erro de interpretação por parte do Mauro.
Ao que li a matéria, pude perceber que o que aconteceu, foi justamente o erro da secretaria de educação em disponibilizar livros não indicados para a faixa etária. Hoje em dia, o que os pais mais enfrentam é fazer suas crianças compreenderem o que é a classificação indicativa para a faixa etária. A cosnciência parte dos pais, sobre o que os filhos irão ler, ver, jogar e assim por diante, mas os pais ficam indefesos, quando todo o trabalho deles é quebrado por uma má escolha...
Não vejo nada contra a poesia, mas vejo tudo contra ela, se meu filho de dez anos for submetido para algo que ele não está preparado ainda para absorver.

Jota Silvestre disse...

Imagino que foi isso que aconteceu, Rúbia, um erro de interpretação.

Bjo

Mauro Tavares disse...

e eu "imagino" que vc editou seu texto.

Jota Silvestre disse...

Mauro, na boa, vc deve estar me confundindo com outra pessoa. Tenho por hábito assumir meus erros e pedir desculpas quando os cometo.

Não foi esse o caso. Garanto a vc que não editei este texto. Infelizmente, não tenho como provar, desconheço se o blogspot mantém algum tipo de "log".

Então, vc vai ter que acreditar na minha palavra, se quiser...

Mauro Tavares disse...

resolvi escrever sobre o assunto, achei desmedidas essas reações ao fato:

http://mauro-tavares.blogspot.com/2009/06/o-governo-do-imundo-gollum-repugnante_01.html

Jota Silvestre disse...

Não posso dizer que concordo 100% com seu texto, Mauro, mas é uma boa peça de reflexão. Sugiro aos demais leitores que passarem por aqui que o leiam.

Abs!